sou

Sou fácil

Sou ego

Sou cheiros, risos, dor

Sou mau

Sou face do caos,

Sou etérea,  deserta,  céu

Sou pedaço, parte, complemento, parede

Sou dez, sou agora, sou vil

Sou de ver, de comer, de sentir

Sou, como deveria ser

E sou quem sabe mais um pouco

Sou louco

Dos sãos, sou o ansiar, o prever

Sou o que sou

Osso do seu ser

O ser que ostenta

Ser trinta, sou

Mas se algo veio

Faltou e não passou

É isso…

É isso…

O que sou.

Anúncios

2 Comentários »

  1. Janice Diniz Said:

    Que talento! tua poesia não é mero jogo de palavras como ando vendo por aí, tem profundidade, força, densidade. Gostei muito!

    Visite-me um dia desses.

    Abraço

    http://teofilinabermacia.blogspot.com/

  2. Pato Said:

    “Sou de ver, de comer, de sentir

    Sou, como deveria ser

    E sou quem sabe mais um pouco

    Sou louco”

    eu sou pessimo em comentários, até pq a gente tem apenas algumas horas de convivo e um envolvimento ainda superficial (temporariamente espero)… então vou me resumir a dizer que gostei … rs… principalmente da progressão ver-comer-sentir…


{ RSS feed for comments on this post} · { TrackBack URI }

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: